Pesquisar este blog

Carregando...

quarta-feira, 16 de março de 2011

ESPOROTRICOSE

Entre janeiro de 2001 e agosto de 2006, os casos de esporotricose - micose causada pelo fungo Sporothrix schenckii por meio da arranhadura de gatos - aumentaram no estado do Rio de Janeiro, de acordo com Margarete Bernardo Tavares da Silva, autora da dissertação de mestrado "Distribuição sócio-espacial da esporotricose humana de pacientes atendidos no Instituto de Pesquisa Clínica Evandro Chagas no período de 1997 a 2007, residentes no Estado do Rio de Janeiro".
O estudo analisou 1.848 casos, com média de 168 destes por ano. Resultados comprovaram que gatos, em ambiente domiciliar e ao mesmo tempo em contato com a natureza, são fatores de risco para contaminação por esporotricose.
A esporotricose é uma micose causada, na maior parte dos casos, por implantação traumática do fungo Sporothrix schenckii. Esta micose tem se tornado um problema de Saúde Pública no Estado do Rio de Janeiro devido ao aumento significativo de casos humanos nos últimos anos.
Historicamente, ela esteve associada a profissionais que lidam com a terra, local onde o fungo causador da doença é encontrado. No entanto, em algumas áreas urbanas tem sido registrada a ocorrência de casos relacionados à arranhadura ou mordedura de animais como o gato, levando a surtos familiares, sem que haja necessidade de fatores individuais predisponentes.
A orientação, o tratamento e a castração desses animais são um dos caminhos para o controle da doença. Segundo Margarete, há necessidade de instituição da esporotricose como Doença de Notificação Compulsória no Estado do Rio de Janeiro. Fonte: Fiocruz

4 comentários:

  1. nao tinha no texto o que eu queria
    por isso nao entro mais nesse site

    ResponderExcluir
  2. COMO ESSA DOENÇA PEGA EM HUMANOS?

    ResponderExcluir
  3. Como curar os gatinhos desse mal?

    ResponderExcluir
  4. cade a prevençao ??

    ResponderExcluir