Pesquisar este blog

domingo, 29 de janeiro de 2012

ALONGAMENTOS


Para quem pratica atividades físicas, desde corrida até exercícios dentro da academia, alongar os músculos antes e depois do treino é praticamente uma regra. No entanto, novos estudos definiram quais são os reais benefícios que o alongamento traz ao nosso organismo e os momentos ideais de fazê-los.
"Ainda existem muitas dúvidas a respeito do alongamento muscular. Mesmo atletas experientes, que já praticam atividades físicas há anos, podem estar cometendo erros na hora de alongar os músculos", diz o personal trainer Givanildo Matias, Diretor da academia Test Trainer.
1 - É comum ficar com dor após alongar?
Não, o alongamento só deve relaxar os músculos.
Nota: "Ficar com dores depois do alongamento é decorrente da própria atividade física, que causou micro lesões no músculo. Ela também pode ser causada por um alongamento muito intenso, que não é indicado após um trabalho que exigiu muito dos músculos", diz o personal trainer Givanildo Matias, Diretor da academia Test Trainer.
2 - É preciso alongar antes ou depois de fazer qualquer exercício?
Somente depois do exercício.
Nota: O alongamento deve ser feito apenas depois da atividade física, já que a sua principal função é contribuir na remoção do acido lático que foi produzido durante o treino, amenizando a dor. Antes do treino, o alongamento não tem utilidade. "O que não pode faltar antes de praticar a atividade física, principalmente em dias frios, é um bom aquecimento, que vai lubrificar as articulações, elevar a temperatura corporal e deixar o corpo preparado para a atividade principal", explica Givanildo Matias.
3 - O alongamento pode prejudicar o treino?
Sim, se for feito de maneira errada.
Nota: O alongamento já foi muito utilizado como uma forma de prevenir lesões. Mas estudos feitos pela Track and Field, organização do governo americano que estuda os efeitos da corrida e da caminhada, comprovaram que isso não acontece e que muito alongamento prejudica o rendimento dos músculos. Já depois do exercício, o alongamento é indicado para reorganizar fibras musculares que foram trabalhadas no treino.
4 - É preciso alongar os braços após um treino de corrida?
Sim, os braços também fazem esforço durante a corrida.
Nota: "Mais importante do que alongar é fazer um bom aquecimento dos músculos de todo o corpo antes da corrida. Não é porque os braços não são tão exigidos quanto as pernas que eles não devem ser aquecidos", explica Givanildo Matias. Não dar atenção ao aquecimento dos músculos dos braços na hora de correr pode causar dor e desconforto nesses membros após o exercício. "Realinhar as fibras musculares após o exercício físico, fazendo um alongamento moderado, também é importante", completa.
5 - A ordem do alongamento faz diferença?
Algumas sequências facilitam o alongamento.
Nota: Fisiologicamente, a ordem com que os músculos são alongados não faz diferença para o nosso corpo. "O que é importante no alongamento é seguir uma sequência pedagógica. Assim, é mais fácil não se esquecer de alongar nenhum músculo. Comece de cima e vá indo para baixo", explica o personal trainer Givanildo.Uma boa sequência é começar pela região cervical, braços, região dorsal, lombar e pernas, ou de baixo para cima fazendo o contrário.
6 - Alongamento excessivo deixa o músculo mais fraco?
Sim.
Nota: Segundo o personal trainer Givanildo, o alongamento excessivo antes do treino causa o distanciamento das ligações dos microfilamentos musculares, fazendo com que o músculo perca parte do seu poder de contração. "Com menos poder de contração, mais difícil será treinar satisfatoriamente", diz o especialista.
7 - O alongamento deve ser feito até sentir uma dorzinha?
Sim. É um sinal de que o músculo está mais flexível.
Nota: De acordo com Givanildo Matias, o alongamento é um exercício que tem como objetivo melhorar a flexibilidade. Para obter essa melhoria, é preciso ultrapassar um pouco o limite de amplitude dos músculos. Isso inclui, sim, uma possível dor durante a sua realização.
8 - Existe algum grupo de pessoas que deve ter um tipo de alongamento diferenciado (hérnia ou artrite)?
Sim, pessoas com hérnia ou artrite precisam de um exercício diferenciado.
Nota: Há dois tipos de alongamento: o ativo e o passivo. Para fazer o primeiro, a própria pessoa movimenta e força os músculos e articulações. Já o segundo é feito com auxilio de um profissional, que controla a intensidade e a amplitude do movimento. "Uma pessoa com hérnia de disco na região lombar, por exemplo, deve realizar exercícios de alongamento para essa determinada região ficar mais protegida. Para casos como esse, é indispensável a atuação de um profissional de educação física", diz.
9 - Existe diferença entre alongamento e aquecimento? 
Sim.
Nota: O alongamento é um exercício que busca manter ou melhorar a flexibilidade, enquanto o aquecimento é um método usado para lubrificar as articulações, elevar a temperatura corporal e preparar o corpo para a atividade principal.
(FONTE: Fernando de Menezes -http://r7.minhavida.com.br/teste/questionario.aspx?testeID=136&passo=1#quest)

Nenhum comentário:

Postar um comentário