Pesquisar este blog

terça-feira, 2 de outubro de 2012

ESTÉTICA ALIADA À SAÚDE


Especialistas alertam para os cuidados ao se submeter a procedimentos de beleza, principalmente os que atingem a derme profunda.
A busca pela beleza movimenta um mercado de produtos e equipamentos que promete reduzir, esticar, hidratar e alisar a pele. Homens e mulheres se submetem a procedimentos variados e até dolorosos para se sentirem mais bonitos. É inegável que a autoestima está diretamente relacionada ao bem-estar e à qualidade de vida, mas são necessários alguns cuidados antes de iniciar qualquer tratamento na pele. 
O aparecimento de manchas na pele ou a piora de um problema preexistente após um tratamento estético inadequado é relativamente comum nos consultórios dermatológicos. De acordo com a médica dermatologista Mary Yamaguchi, o ideal, antes de fazer qualquer procedimento, é tratar as lesões suspeitas. ''Há casos em que é difícil diferenciar uma lesão infecciosa de uma espinha ou uma pinta. Este tipo de lesão pode ter causas diversas e alguns procedimentos podem piorar o problema'', explica a dermatologista. 
Segundo a médica, alguns tipos de antibióticos e antihipertensivos são fotossensibilizantes e podem manchar a pele. Além disso, medicamentos anticoagulantes facilitam a formação de hematomas e podem trazer problemas durante e depois do procedimento. Mary recomenda que as pessoas com a pele bronzeada não se submetam a determinados tratametos estéticos. ''Em alguns casos isso pode favorecer o aparecimento de manchas na pele'', afirma. 
Pessoas que possuem tendência para formar cicatrizes queloideanas precisam evitar os peelings profundos e os tratamentos de micropuntura. ''Geralmente, os orientais e as pessoas de pele negra têm predisposição para formação de queloides. Um médico dermatologista consegue identificar esta questão em um exame clínico'', destaca. 
Mary alerta para que as pessoas tenham cuidado ao se submeter a procedimentos que atingem a derme profunda. Caso contrário, a carboxiterapia, por exemplo, pode causar manchas nas pernas e os peelings profundos podem resultar em manchas no rosto. 
De acordo com a médica, uma avaliação dermatológica é importante para verificar lesões duvidosas. ''Há situações de câncer que não são melanomas e parecem espinhas. Se o profissional não tiver conhecimento para identificá-los, a pessoa será submetida a um procedimento inadequado'', afirma, destacando que o risco de manipular verrugas causadas por vírus é espalhar o problema para outras áreas. Além da avaliação, em alguns casos é necessário o tratamento das lesões visíveis na pele antes de iniciar qualquer procedimento estético. A médica pondera que hidratações, limpeza e peelings superficiais geralmente são realizados de forma tranquila e que são raros os problemas causados por estes tipos de procedimentos. 
FONTE: TEXTO DE Michelle Aligleri - http://www.folhaweb.com.br/?id_folha=2-1--3408-20120928

Um comentário:

  1. EstetikMe gustaría hacer la estética de mama. Necesito un buen cirujano plástico.Göğüs estetiği

    ResponderExcluir