Pesquisar este blog

segunda-feira, 24 de março de 2014

CIGARROS ELETRÔNICOS: NENHUM BENEFÍCIO AOS FUMANTES

Tabagismo

Cigarro eletrônico não oferece benefícios ao fumante, diz estudo

Pesquisa observou que uso do dispositivo não ajuda a parar de fumar ou a reduzir o número de cigarros comuns consumidos

Cigarro eletrônico: Estudo não encontra efeitos positivos do uso do dispositivo
Cigarro eletrônico: Estudo não encontra efeitos positivos do uso do dispositivo (Reuters)
Uma pesquisa publicada nesta segunda-feira concluiu que os cigarros eletrônicos não fazem com que as pessoas deixem de fumar ou passem a fumar menos.
O estudo, feito na Universidade da Califórnia em São Francisco, nos Estados Unidos, se baseou nos dados de 949 fumantes, dos quais 88 faziam uso de cigarros eletrônicos quando a pesquisa começou.
Após acompanhar os participantes por um ano, a equipe observou que a taxa de pessoas que conseguiram parar de fumar foi semelhante independentemente do uso de cigarro eletrônico. Além disso, o dispositivo não alterou o padrão de consumo dos fumantes ao longo do ano — ou seja, não fez com que eles consumissem mais ou menos cigarros comuns. Esses resultados foram divulgados no periódico Jama Internal Medicine.
A proposta dos cigarros eletrônicos é possibilitar que uma pessoa obtenha nicotina sem se expor aos prejuízos da queima do fumo e sem perder a sensação prazerosa que o dependente sente ao fumar. Pesquisas sobre a eficácia dos cigarros eletrônicos têm resultados conflitantes — algumas apontam que eles ajudam um indivíduo a fumar menos, outras sugerem que a tecnologia não é benéfica à saúde. No Brasil, a venda e a importação — mas não o uso — de cigarros eletrônicos são proibidas pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).
FONTE PARA A REPORTAGEM COMPLETA: http://veja.abril.com.br/noticia/saude/cigarro-eletronico-nao-oferece-beneficios-ao-fumante-diz-estudo



Nenhum comentário:

Postar um comentário